FINALISTA DO

PRÊMIO

PROFISSIONAIS

DA MÚSICA

2016

CATEGORIA

HIP HOP

VÍRGULA/UOL

COM AFROFUTURISMO, SENZALA HI-TECH SE

UNE A NOVA

CORRENTE DA MÚSICA

PRETA BRASILEIRA

"

"

NO NOVO CLIPE DO

SENZALA HI-TECH,

TODO BAILE BLACK

TEM UM POUCO DE

TERREIRO

 

VICE/NOYSEY

"

"

FEATURE: BRAZILIAN RAP COLLECTIVE SENZALA

HI-TECH CELEBRATES AFRICAN ANCESTRY THROUGH MUSIC

 

AFROPUNK/NYC

"

"

foto: Bob Donask

O universo Senzala Hi-Tech

 

O grupo musical Senzala Hi-tech tem uma formação bem diferente e curiosa. Foi idealizado pelo atleta de taekwondo Diogo Silva, medalha de ouro nos Jogos Panamericanos de 2007, pelo rapper Sombra , integrante do grupo de rap tradicional  SNJ, o produtor e músico Minari Groove Box (SNJ) e pelo cartunista e percussionista Junião (Lavoura).

 

Fortemente influenciado pela música e pelas artes visuais da África às Américas, o Senzala Hi-Tech não se limita apenas a misturar as batidas de hip hop aos diversos ritmos herdados de todos esses povos e enraizados na cultura brasileira. Queremos unir afrobrasilidades e afrolatinidades, somar a sonoridade e a história do jongo, do coco e do maracatu às sonoridades da salsa, do dub, do funk, da música árabe, do samba e do que mais tiver a ver com a gente. Sempre absorvendo influências desse caldeirão de culturas que é a cidade de São Paulo.

 

De modo multifacetado expressamos nossas ideias, unindo música e arte em um afrofuturismo que define a identidade visual do coletivo. Os tambores e demais adereços rústicos e analógicos se aliam ao som digital da batida do hip hop e demais interferências eletrônicas. Assim cantamos nossas raízes, falamos de nosso cotidiano e lutamos pela liberdade de pensamento usando a força da música, da crítica social, do humor e da tecnologia para levar a nossa mensagem ao mais longe possível.

 

Durante os três séculos de escravidão no Brasil, a Senzala era o lugar em que se confinava o negro em situação de extrema precariedade e humilhação, muitas vezes acorrentado. Hoje, queremos converter a Senzala em símbolo de resistência, pois foi nela que aprendemos que somente permanecendo juntos podemos lutar por Liberdade, Identidade e Justiça.

 

A luta continua hoje por meio da nossa música, dos nossos sonhos, da nossa caminhada e realizações.

 

The Universe Senzala Hi-Tech

 

Senzala Hi-tech is a brazilian collective that has a very different and curious origin. It was conceived by the taekwondo athlete Diogo Silva, gold medal in 2007 Pan-American Games, and the rapper Sombra, member of the traditional and famous brazilian rap group SNJ. The team also features the producer and musician Minari Groove Box (from SNJ) and the percussionist and cartoonist Junião, who has been working for brazilian and european newspaper and magazines.

 

Strongly influenced by music, visual arts and culture from Africa and from african-brazilians, Senzala Hi-Tech uses hip hop beats and rhythms like jongo, coco, maracatu and samba itself, that were developed by the former african people who arrived in Brazil centuries ago.

 

Senzala Hi-Tech also express ideas and the way its members see the contemporary art and music through the afrofuturism that defines the collective’s visual identity, close to its african-brazilian influences. Brazilians drums, hip hop beats and electronic interferences get together to express the multiethnic universe of the project.

 

This kaleidoscope of artistic references guide us in our purpose of singing our roots, assimilate and change our everyday lifes, fight for freedom of thinking and to our people, using the strength of music, social criticism, humor and technology to take our message as far as possible.

 

In the former Brazil, senzala was the slave’s quarter. Nowadays, it’s memories are symbols of resistence. Because in the past we learned that being together was the only way for us to be able to fight for our freedom, identity and justice. The fight goes on today through our music, our dreams, achievements and learning.

 

Senzala Hi-Tech lança clipe afrofuturista e ancestral

Baile da Meia-Noite mistura realidade, realismo fantástico e tecnologia em uma antiga fazenda de escravos transformada em pista de dança

 

Com clima de terreiro e pista de dança, realidade e realismo fantástico, mais um caldeirão de referências da cultura afro-brasileira pela ótica de seus agitadores contemporâneos, o coletivo Senzala Hi-Tech lança o videoclipe da música Baile da Meia-Noite, carro-chefe do EP que leva o nome da banda.

 

O videoclipe tem a assinatura dos cineastas Gabriel Ribeiro e Ciro Neves, do Instinto Coletivo. No elenco, as irmãs bailarinas Natasha Virgílio e Ísis Virgílio, Felix Pimenta, Flip Couto e Márcio Alves. As locações incluíram áreas públicas da cidade de São Paulo, como a Avenida Paulista e o Terminal Vila Madalena. Além de um espaço que merece destaque especial: a Fazenda Roseira, em Campinas.

 

Sede do Jongo Dito Ribeiro, essa antiga fazenda de café, fundada em 1850, foi ocupada pela comunidade organizada como núcleo de resistência e luta, e hoje funciona como casa de cultura. Nas mãos dos descendentes dos negros escravizados, a casa grande agora segue os rumos ditados pela própria comunidade negra, que descobriu sua força e capacidade de criar suas próprias narrativas. O mesmo ocorre no videoclipe Baile da Meia-Noite: músicos, diretores, elenco e equipe técnica são negros que, a exemplo do Jongo que ocupou a fazenda, querem estabelecer a ocupação preta na cultura e na sociedade.

 

Misturando tambores, dança, figurino afrofuturista e tecnologia, o enredo cria uma atmosfera mística e onírica, que começa em um dia comum e conduz a um mergulho na ancestralidade. No final, um novo começo: seja o da compreensão ampliada no presente, seja o de novos projetos em gestação.

 

Senzala Hi-Tech tem o lutador de Taekwondo Diogo Silva, atleta olímpico e medalhista Pan-Americano; MC Sombra, do grupo de rap paulistano SNJ; Valter Minari, também do SNJ; e Junião, jornalista, ilustrador e percussionista do grupo de groove instrumental Lavoura. A música que resulta dessa mistura de repertórios e inspirações abraça o hip hop, o funk, o rap, o samba, e sons da África às Américas. Sonoridades e influências culturais somadas às artes plásticas, artes marciais e tecnologia.

 

Serviço:

Lançamento do videoclipe Baile da Meia-Noite

Quando: sexta-feira, 15 de abril, às 20 horas

Onde: Matilha Cultural, Rua Rego Freitas, 542, República

Senzala Hi-Tech (2015) - Todos os direitos reservados

design e ilustrações: Junião